Notícias > China reduz produção de milho, México será o maior importador em 2017 / 2018
  Voltar Imprimir
 

 

 
  China reduz produção de milho, México será o maior importador em 2017 / 2018


CHINA

A maior região produtora de milho da China, a província de Heilongjiang, localizada no Cinturão Nordeste de Milho do país, diminuiu sua área do cultivo para o ciclo 2017/18, que deve ter 987.000 hectares a menos, como informou a Agência Oficial de Notícias de Xinhua na última terça-feira (19).

Em 2016/17, a área total foi de 5.446.666 milhões de hectares, como destacou ainda a agência.

Os cortes ocorrem quando a China pretende diminuir os stocks de grãos - um legado de quase uma década do sistema de armazenamento que foi encerrado no ano passado.

A província de Jilin, que também está presente no Cinturão Nordeste de Milho da China, também deve contar com uma redução de área, tendo em vista o histórico relativo a 2016/17.



MÉXICO

O México será o maior importador de milho em termos de volume para o ano comercial 2017/18, ultrapassando o Japão, de acordo com as projeções do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

Neste ciclo, o México deve importar 16,5 milhões de toneladas, enquanto as compras externas do Japão devem somar 15 milhões de toneladas.

Outros grandes importadores a nível global são a União Europeia, o Egito e a Coreia do Sul






Fonte: Notícias Agrícolas

 
 
21-12-2017
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares