Notícias > Perspectivas favoráveis para os mercados mundiais de cereais
  Voltar Imprimir
 

 

 
  Perspectivas favoráveis para os mercados mundiais de cereais


As primeiras perspetivas para os mercados mundiais de cereais no ano em curso são favoráveis, apesar de que se preveja uma diminuição, de acordo com a última Nota Informativa da FAO.


Espera-se que a produção mundial de cereais, em 2018, baixe para os 2607 milhões de toneladas, cerca de 1,6% menos que a colheita quase record de 2017.

A diminuição deve-se, principalmente, a uma contração prevista na produção de milho, em especial nos Estados Unidos. A descida da produção de trigo obedece, em grande parte, a uma redução esperada na Federação Russa, após o resultado excecional de há 1 ano atrás. Entretanto, a FAO prognostica um aumento de 1,3% na produção mundial de arroz, para chegar aos 510,6 milhões de toneladas, estabelecendo um novo record, graças, sobretudo, à expansão das culturas na Ásia.


Quanto à utilização de cereais - tanto para alimentos como para rações -, as novas previsões da FAO também apontam para um máximo histórico de 2626 milhões de toneladas. Isto reflete um aumento projetado de 1,0% na utilização mundial de arroz, de 0,8% na de trigo e de 0,4% nos cereais secundários. Entre estes últimos espera-se que o consumo de milho aumente até 2,8%, atingindo um novo record com 615 milhões de toneladas. O maior aumento interanual na utilização de milho para rações prevê-se que ocorra na China e na América do Sul.

Em resultado disto, a FAO espera que as existências mundiais de cereais no final das temporadas que terminam em 2019 diminuam em 2,7% e que o coeficiente entre as existências mundiais de cereais e a utilização baixe para 27,2%, abaixo do nível máximo em 16 anos, que foi de 28,8% atingido em 2017/18, mas muito acima do mínimo histórico de 20, 4% registado em 2007/08.

O primeiro prognóstico da FAO sobre o comércio internacional de cereais para o ano em curso cifra-se nos 406 milhões de toneladas, o que implica uma ligeira descida de 0,6% em comparação com o máximo histórico previsto para a temporada atual.






Fonte: 3tres3

 
 
09-05-2018
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares