Notícias > Canadá deverá aumentar produção de leite em 4% neste ano
  Voltar Imprimir
 

 

 
  Canadá deverá aumentar produção de leite em 4% neste ano


Os produtores de leite do Canadá devem aumentar a produção de leite este ano em 4%, para 9,8 bilhões de quilos. Isto depois de três anos consecutivos de crescimento na produção de leite. De facto, desde 2014, a produção de leite do Canadá cresceu mais de 16%, mais do que qualquer outra grande região exportadora de lácteos. Em comparação, de 2014 a 2018, a produção de leite dos EUA crescerá 6%, a da União Europeia deverá crescer em 4% e a produção de leite da Nova Zelândia deverá permanecer estável.

Impulsionado pelo aumento da procura por manteiga e produtos com maior teor de gordura, o crescimento na produção de leite no Canadá tem um lado negativo: maior oferta de sólidos de leite desnatado menos desejáveis, ou seja, leite em pó desnatado. Durante o ano de 2015, os stocks de leite em pó desnatado no Canadá atingiram o maior volume em 38 anos, de 60.000 toneladas.

Parcialmente em resposta a esses crescentes níveis de stock, bem como às importações de proteínas de leite ultrafiltradas produzidas nos EUA a preços competitivos, o Canadá introduziu um esquema nacional de preços de ingredientes para reduzir o preço do leite desnatado e reduzir as importações de produtos lácteos dos EUA. O esquema foi totalmente implementado em 2017. Igualmente distorcivo ao comércio, os preços mais baixos dos sólidos de leite desnatado produzidos no Canadá permitiram que o país se envolvesse no mercado de exportação de forma significativa.

Na década anterior a 2016, o Canadá exportou, em média, 11,3 mil toneladas de leite em pó desnatado por ano, utilizando subsídios à exportação. Em 2016, as exportações canadenses de leite em pó desnatado aumentaram em 74% com relação ao ano anterior, para 24 mil toneladas. O volume de exportação de 2016 representou aproximadamente 23% da produção de leite desnatado do Canadá.

Em 2017, e como resultado direto da estratégia nacional de ingredientes, as exportações totais de leite em pó desnatado do Canadá aumentaram em 203%, para 72 mil toneladas. Essa tendência deve continuar em 2018, já que o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) projeta que as exportações de leite pó desnatado aumentarão em 13%, para 85.000 toneladas métricas - representando 61% de sua produção de leite desnatado.

O recente aumento nas exportações de leite em pó desnatado canibalizou as vendas de leite em pó desnatado produzido nos EUA em mercados estrangeiros. Por exemplo, durante o ano de 2017, o Canadá exportou 4,5 mil toneladas de leite em pó desnatado para o México em relação ao ano anterior - um aumento de 122%.

Enquanto isso, as exportações de leite em pó desnatado para o México caíram em 2,5 mil toneladas. Mudanças similares na participação de mercado foram observadas nas Filipinas, Indonésia, Vietnam, Jamaica, Arábia Saudita, Jordânia, Uruguai e Sri Lanka.

Os maiores beneficiários das novas proezas exportadoras do Canadá incluem Argélia, Jordânia, África do Sul, Uruguai e Sri Lanka. O volume de importação de leite em pó desnatado do Canadá para esses países aumentou 1.000%, para mais de 2.000%.






Fonte: Anilact / Milkpoint

 
 
07-06-2018
       
 
   
 
 
home
Página de Entrada
 
Opinião
 
Links Úteis
 
Pesquisa
 
Mapa do Sítio
     
Intranet  
 
Username:
 
 
Password:
 
     
   
Entrada    ::    OMAIAA    ::    Publicações    ::   Mercados   ::   O Seu Olhar    ::    Notícias    ::    Contactos
Copyright 2011 © Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares